sábado, 25 de abril de 2009

Eu.....

Uma pessoa fácil de lidar e difícil de compreender ao mesmo tempo. Como pode?
Dizem que as pessoas têm sua personalidade “de berço” aliado ao amadurecimento que a vida propõe. O fato é que é muito difícil falar de nós mesmos. Sonhos? Objetivos? Realizações? Anseios? Medos? Angústias? Todos temos... Cada um com uma prioridade diferente...
Seria mais fácil não pensar nos problemas e nas coisas que te deixam pra baixo. Por que eu não consigo?
Bem, que tal se fizéssemos algo diferente? Vamos tentar...
Vamos pensar a vida daqui pra frente... O passado foi importante para que houvesse o amadurecimento e pronto! Nada mais! Deixemos o passado no lugar onde ele está: no ontem. Vamos pensar no amanhã diferente do ontem e não deixar que ele atrapalhe as metas e objetivos almejados.
Vamos olhar a nossa volta e perceber o que é a Vida!
A vida é divina, tem que ser dado mais valor a isto! Temos problemas, mas tem tantas pessoas com piores dias... Claro que isto não consola, pelo contrário, devemos agradecer pelos nossos dias na tentativa de melhora-los.

Quero parar de sofrer antecipadamente.
A vida é o que é... Ou melhor, é o que queremos que ela seja!
Seremos mais felizes se pensarmos de maneira feliz e buscar isto.
Sempre disse uma coisa importante: devemos sempre buscar a felicidade constantemente... Dizem que não há felicidade plena, concordo... Mas ao menos temos que buscar maior quantidade de momentos felizes... Tenho feito isto, mas confesso que tenho ficado angustiada por estes dias.

A angústia nada mais é do que o medo apertando nossa alma, sufocando, até que o corpo não agüente mais... A mente literalmente “viaja na maionese” e o coração parece que vai saltar pela boca, além da tremedeira em toda parte dos nossos membros. Diria que é um sentimento terrível e assustador. Quem passa por isto percebe o quanto é ruim sentir-se assim.

O que fazer então?
Pensar que nada na vida acontece por acaso, que tudo tem uma razão de ser... Aceitar a lei da vida, que tudo se encontra no seu devido lugar e buscar não sofrer com isto... Procurar as coisas boas que te acontecem ou aconteceram... O filho, o emprego, os parentes e amigos, Deus no coração...

Devemos destacar o melhor de nós mesmos. Temos potencial para mudar as coisas de uma forma fantástica... Digo até que somos muito melhores quando estamos sofrendo: porque arranjamos força não sei de onde para superar barreiras que a vida impõe.

Bem, depois de todos estes relatos, eu diria que a vida é algo que nós mesmos construímos de acordo com o que pensamos. Talvez, pensarmos o bem sempre seja a melhor coisa a fazer...

Lá no início eu disse que era uma pessoa difícil de compreender... Na verdade todos nós temos nossas dificuldades... Digamos que a minha maior dificuldade seja encontrar em mim uma pessoa a quem alguém ame. Veja bem, não estou dizendo que não há alguém que goste de mim, mas que eu não consigo ver isto. Com certeza isto tem haver com o passado... Mas como disse mesmo anteriormente, o passado tem que ficar pra trás, definitivamente...

Viver o hoje, intensamente...
Confiar mais em si, com a ajuda de Deus, é claro...


Autora: Fernanda Chaves.
Criação: 08.04.2009
Ps.:Minha melhor amiga!

domingo, 12 de abril de 2009

sexta-feira, 20 de março de 2009

A morte - Pedro Bial

A morte por si só, é uma piada pronta.
A morte é ridículo.
Você combinou de jantar com a namorada, está em pleno tratamento dentário.
Tem planos para semana que vem, precisa autenticar um documento em cartório...
Colocar gasolina no carro e no meio da tarde...

MORRE.
Como assim?E os e-mails que você ainda não abriu?O livro que ficou pela metade?O telefonema que você prometeu dar a tardinha para um cliente?

Não sei de onde tiraram esta idéia: MORRER...

A troco de que?
Você passou mais de 10 anos da sua vida dentro de um colégio estudando fórmulas químicas que não serviram para nada, mas se manteve lá, fez as provas, foi em frente.
Praticou muita educação física, quase perdeu o fôlego. Mas não desistiu.
Passou madrugadas sem dormir para estudar pro vestibular mesmo sem ter certeza do que gostaria de fazer da vida, cheio de duvidas quanto à profissão escolhida...Mas era hora de decidir, então decidiu, e mais uma vez foi em frente...

De uma hora pra outro, tudo isso termina...
Numa colisão na freeway...Numa artéria entupida...Num disparo feito por um delinqüente que gostou do seu tênis...

Qual é?Morrer é um chiste.

Obriga você a sair no melhor da festa sem se despedir de ninguém, sem ter dançado com a garota mais linda, sem ter tido tempo de ouvir outra vez sua música preferida.Você deixou em casa suas camisas penduradas nos cabides, sua toalha úmida no varal, e penduradas também algumas contas... Os outros vão ser obrigados a arrumar suas tralhas, a mexer nas suas gavetas... A apagar as pistas que você deixou durante uma vida inteira.
Logo você que dizia: das minhas coisas cuido eu.

Que pegadinha macabra: você sai sem tomar café e talvez não almoce, caminha por uma rua e talvez não chegue na próxima esquina, começa a falar e talvez não conclua o que pretende dizer.
Não faz exames médicos, fuma dois maços por dia, bebe de tudo, curte costelas gordas e mulheres magras e morre num sábado de manha.
Se faz check-up regulares e não tem vícios, morre do mesmo jeito...

Isso é para ser levado a sério?

Tendo mais de cem anos de idade, vá lá, o sono eterno pode ser bem vindo...Já não há muito mesmo a fazer, o corpo não acompanha a mente, e a mente também já rateia, sem falar que há quase nada guardado nas gavetas. ok, hora de descansar em paz.
Mas antes de viver tudo?

Morrer cedo é uma transgressão, desfaz a ordem natural das coisas.
Morrer é um exagero.
E, como se sabe, o exagero é a matéria-prima das piadas.
Só que esta não tem graça.
Por isso viva tudo que há para viver. Não se apegue as coisas pequenas e inúteis da vida...

Perdoe ... Perdoe Sempre!!!

terça-feira, 17 de março de 2009

Quem nunca teve...


Quem é que nunca teve um Marcelo, um Paulo, um Ricardo, um João ou um José na vida? Tudo bem, pode ser uma Juliana, uma Ana, uma Patrícia ou uma Aline...


Paquerar é bom, mas chega uma hora que cansa! Cansa na hora que você percebe que ter 10 pessoas ao mesmo tempo é o mesmo que não ter nenhuma, e ter apenas uma, é o mesmo que possuir 10 ao mesmo tempo!


A "fila" anda, a coleção de "figurinhas" cresce, a conta de telefone é sempre altíssima. Mas e ai? O que isso te acrescenta? Nessas horas sempre surge aquela tradicional perguntinha: Por que aquela pessoa pela qual você trocaria qualquer programa por um simples filme com pipoca abraçadinho no sofá da sala, não despenca logo na sua vida?!


Se o tal "amor" é impontual e imprevisível que se dane! Não adianta: as pessoas são impacientes! São e sempre vão ser! Tem gente que diz que não é... "Eu não sou ansioso, as coisas acontecem quando tem que acontecer."


Mentira!


Por dentro todo ser humano é igual: impaciente, sonhador, iludido... Jura de pé junto que não, mas vive sempre em busca da famosa cara metade! Pode dar o nome que quiser: amor, alma gêmea, par perfeito, a outra metade da laranja, a tampa da panela....

No fim dá tudo no mesmo. Pode soar brega, cafona...

Mas é a realidade.

Inclusive o assunto "amor" é sempre cafonérrimo.

Acredito que o status de cafona surgiu porque a grande maioria das pessoas nunca teve a oportunidade de viver um grande amor.


Poucas pessoas experimentaram nesta vida a sensação de sonhar acordada, de dormir do lado do telefone, de ter os olhos brilhando, de desfilar com aquele sorriso de borboleta azul estampado no rosto...


Não lembro se foi o "Wando" ou se foi o "Reginaldo Rossi" que disse em uma entrevista que se a Marisa Monte não tivesse optado pelo "Amor I love you" e que se o Caetano não tivesse dito "Tô me sentindo muito sozinho" eles não venderiam mais nenhum disco. Não adianta, o publico gosta e vibra com o brega. Não adianta tapar o sol com a peneira. Por mais que você não admita: - Você ficou triste porque o Leonardo Di Caprio morreu em "Titanic" e ficou feliz porque a Julia Roberts e o Richard Gere acabaram juntos em "Uma Linda Mulher"; Existe pelo menos uma música sertaneja ou um "pagodinho" que te deixe com dor de cotovelo; Você já se viu cantando o mantra "Toca telefone toca" em alguma das sextas-feiras de sua vida, ou qualquer outro dia que seja; Você já enfiou os pés pelas mãos alguma vez na vida e se atirou de cabeça numa "relação" sem nem perceber que você mal conhecia a outra pessoa e que com este seu jeito de agir ela te acharia um tremendo louco; Você, assim como nos contos de fada, sonha em escutar um dia o tal "E foram felizes para sempre"


Bem, preciso continuar? Ok, acho que não...


Negue o quanto quiser, mas sei que já passou por isso, e se não passou, não sabe o quanto esta perdendo....


"O problema de resistir a uma tentação é que você pode não ter uma segunda chance" "Falo a língua dos loucos, porque não conheço a mórbida coerência dos lúcidos".


Luiz Fernando Veríssimo

domingo, 15 de março de 2009

ESTRATÉGIAS MENTAIS

(O que você deve fazer de dentro para fora)


1. Pense sempre, de forma positiva. Toda vez que um pensamento negativo vier à sua cabeça, troque-o por outro! Para isso, é preciso muita disciplina mental. Você não adquire isso do dia para a noite; assim como um “atleta”, treine muito.
2. Não tenha medo de nada e ninguém.
O medo é uma das maiores causas de nossas perturbações interiores.
Tenha fé em você mesmo. Sentir medo é acreditar que os outros são poderosos. Não dê poder ao próximo.
3. Não se queixe. Quando você reclama, tal qual um ímã, você atrai para si toda a carga negativa de suas próprias palavras. A maioria das coisas que acabam dando errado, começa a se materializar quando nos lamentamos.
4. Risque a palavra “culpa” do seu dicionário. Não se permita esta sensação, pois quando nos punimos, abrimos nossa retaguarda para espíritos opressores e agressores, que vibram com nossa melancolia. Ignore-os.
5. Não deixe que interferências externas tumultuem o seu cotidiano. Livre-se de fofocas, comentários maldosos e gente deprimida. Isto é contagioso. Seja prestativo com quem presta. Sintonize com gente positiva e alto astral.
6. Não se aborreça com facilidade e nem dê importância às pequenas coisas. Quando nos irritamos, envenenamos nosso corpo e nossa mente.
Procure conviver com serenidade e quando tiver vontade de explodir, conte até dez.
7. Viva o presente. O ansioso vive no futuro. O rancoroso, vive no passado. Aproveite o aqui e agora. Nada se repete, tudo passa. Faça o seu dia valer a pena. Não perca tempo com melindres e preocupações, pois só trazem doenças


(O que você deve fazer de fora para dentro)


1. A água purifica. Sempre que puder vá a praia, rio ou cachoeira. Em casa, enquanto toma banho, embaixo do chuveiro, de olhos fechados, imagine seu cansaço físico e mental e que toda a carga negativa está indo embora por água abaixo.

2. Ande descalço quando puder, na terra de preferência. Em casa, massageie seus pés com um creme depois de um longo dia de trabalho. Os escalde em água morna. Acrescente um pouco de sal para se descarregar.

3. Mantenha contato com a natureza; tenha em casa um vaso de plantas pelo menos. Cuide dele com carinho. O amor que dedicamos às plantas e animais acalma o ser humano e funciona como relaxante natural.

4. Ouça músicas que o façam cantar e dançar. Seja qual for o seu estilo preferido, a vibração de uma canção tem o poder de nos fazer sentir vivos , aflorando a nossa emoção e abrindo o nosso canal com alegria.

5. Não deixe que a saudade sufoque, que a rotina acomode, que o medo impeça de tentar.

6. Liberte-se!!! Sempre que puder livre-se da rotina e pegue a estrada, nem que seja por um único dia. Conheça novos lugares e novas pessoas.
Viva a Vida!!!!!

7. Gaste mais horas realizando que sonhando, fazendo que planejando, vivendo que esperando porque:
“Embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.”

...O medo nos afasta das derrotas....mas das vitórias também!!!!!!
Tenha um dia repleto de novas estratégias e muita confiança!

Amores da minha vida, sou apaixonada demais por esses dois gurizinhos!
Théo e Freddy, vocês mudaram minha vida e a encheram de alegria!!!!
Amuuuuuuuuuuuuuuuuu muito tudo isso!!!






























sexta-feira, 13 de março de 2009


Os anos vividos são a melhor lição ....

Tem um texto muito show de Carlos Drummond de Andrade que diz tudo sobre nossa existência.... a idade passa, mas poucos amadurecem, a beleza se vai (de alguns não) mas o crescimento de uma pessoa, bela ou feia, é a coisa mais valiosa que podemos possuir...
...Reencontrei uma pessoa que não via há alguns anos, hoje um exemplo de pessoa, passou por vários sofrimentos, o brilho dos 20 anos de idade não existe mais, não existe mais também a futilidade, a ingenuidade... não quero dizer que precisamos sofrer pra amadurecer, mas isso torna uma pessoa com muito valor... a vida é efêmera, e o valor da vida está em coisas muito simples, e no final vamos todos para o mesmo fim...

*Papo cabeça,papo chato pra alguns....pensem o que quizerem e quem sabe um dia irão me compreender...
...eu levei 27 anos pra chegar nesse estágio e acho que hoje sou feliz, pelo menos cresci um pouco!! ...Beijos


'Quando me amei de verdade'

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância,eu estava no lugar certo,na hora certa,no momento exato.E,então,pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome....auto-estima.

Quando me amei de verdade,parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.Hoje chamo de.... amadurecimento

Quando me amei de verdade,comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo,mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada,inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é...respeito.

Quando me amei de verdade,comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... pessoas ,tarefas,crenças,tudo e qualquer coisa que me deixasse para baixo.De início,minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama...Amor-própio.

Hoje faço o que acho certo,o que gosto,quando quero e no meu própio ritmo..
Hoje sei que isso é simplicidade.

Desisti de querer ter sempre a razão,e com isso,errei muito menos vezes.
Hoje descobri...a humildade.

Quando me amei de verdade,percebi que a minha mente pode me atormentar e me decepcionar.Mas quando eu coloco a serviço do meu coração,ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é....saber viver!

A cada dia que vivo,mais me convenço de que desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a FELICIDADE'